Lusofonia – Projectos e Questões Pertinentes da Pegada Lusófona na Web – Copywriting – Parte 1

Que o trafego na internet e volume de buscas por termos em Português na internet é enorme e em franco crescimento não é novidade, mas se os volumes são elevados e a oportunidade é bem discutida em círculos de marketing, como empresas de serviços nessa área, como agências digitais, agências de publicidade etc. os resultados com “Case Studies” são uma verdadeira caldeirada, que está debaixo do fogo das propostas não solicitadas por agências digitais e afins sabe bem a que me refiro.

A realidade é que facilmente se encontra uma dissonância entre o mundo em Português e o resto do mundo do marketing na web, quem sabe programar ou tem algumas habilidades nesse sentido sabe perfeitamente que a programação e grande parte das vertentes da informática foram concebidas em inglês estructurado, não existe que eu saiba nenhuma linguagem de programação(ou assembly) baseada em Português, pelo menos que eu saiba, e atenção que não estou a propor tal empreitada nem tão pouco a apontar um caminho para desenvolver a lusofonia através de uma ou outra inovação tecnológica(é de notar que apenas os tais acordos ortográficos seriam em si um obstáculo considerável até mesmo para começar tal projecto).

O que eu quero apontar é que existe muito a tendência de adaptar o que foi feito para a língua inglesa para aplicações de marketing em Português, o copywriting é um bom exemple de uma área para a qual parece ser difícil haver um paralelo independente das tendências do que se faz em inglês para a língua Portuguesa, seguem muitas outras mas quero apenas apontar essa área em particular porque teve em si uma evolução primordial em conceitos de publicidade. Os desafios são muitos para aplicar os princípios já bem estabelecidos dessa vertente no mundo da publicidade, mas se a estructura escrita das línguas divergem já bastante, temos variações culturais e regionais que alteram em muito o som e aspecto visual das frases e slogans.

A Mercurio33 sempre se debruçou sobre a questão muito pertinente do Copywriting em Português, e se a expressão em inglês solicita alguma controvérsia, é necessário compreender que muito do trabalho da Mercurio33 é exactamente o contrário, empresas internacionais que procuram introduzir productos e serviços em mercados de língua portuguesa, e a terminologia tem de estar alinhada á situação do cliente. Não é muito relevante para o que aqui queremos precisar, mas mesmo assim é importante discernir a terminologia do padrão.

Estamos a introduzir aqui algumas das nossas metodologias para ajudar quem está interessado na evolução da publicidade lusófona e está disponível para participar e partilhar opiniões, não exclusivamente baseadas em experiência mas certamente dando-lhe o respeito e peso que certamente tem no processo.

Abrimos aqui o modesto desafio de começar esta conversa, porque se é importante considerar que cada caso é um caso e cada cliente é único na sua identidade e requerimentos, não se pode perder a noção que a evolução de uma área também depende muito da convergência e documentação de processos com o objectivo de identificar padrões, isto é considerado fundamental no que diz respeito a gerir campanhas de tráfego pago como Adwords, Facebook Ads etc. e não é menos importante no caso da mensagem escrita que procura comunicar qualidades ao cliente. Não vamos divagar em coisas como a tipografia, letra etc. mas convidamos todos a participarem na discussão de copywriting em Português(não apenas copywriting Portugal):

Copywriting em Português – Copywriting o que é – Copywriting Cursos [OPINIÃO] [MARKETING]
  • Follow us: