O Futuro da Publicidade Online e Marketing Digital

Mercurio 33

Futuro,

Ainda há poucos anos os planos de comunicação eram muito diferentes das estrategias de informação dos dias de hoje. Em pouco tempo, evoluimos muito com tecnologias que se desenvolvem a passos largos, concorrência muito mais forte, onde as grandes empresas monipolizam os mercados, aglutinando as pequena e medias empresas. Contudo o mercado globalizou-se e tudo isto obrigou as empresas a adaptarem-se e a serem mais agressivas nas suas formas de chegar ao consumidor.

Liamos os livros do Isaac Asimov, qual Julio Verne, que nos impressionava com a sua ficção cientifica, mas parece que a ciencia tem-se baseado na ficção e vemos o futuro acontecer hoje com tecnologia que nos fascina.

O mundo continua descompensado, muitos ainda não se aperceberam que somos uma aldeia global e que os paises e seus mercados, não passam de comunidades de diferentes targets. Apesar dos consumidores serem todos iguais e com as mesmas necessidades, talvez tradições apenas, levou a uma democratiza;ao da sociedade de consumo que obriga muitas zonas do globo avançar muito mais depressa a sua evoluçao para uma mentalidade global.

Temos assim uma menina numa aldeia do interior africano que cresce a ver o facebook com mais regularidade do que TV Cabo e a sofrer todas as influencias do que lhe queremos dar. As tradições tendem a desaparecer. A aculturação global dos povos nao significa que seja positivo.

Mas as empresas tem agora uma oportunidade para voltar às raizes e oferecer aos seus consumidores estratégias de comunicacao que tragam mais valia a cada consumidor e a cada mercado onde se insere.

Mas voltando ao assunto do artigo, Futuro, esse futuro como será?

Na Mercurio33 cremos crer que a diferença será na

Internet das Coisas

Inteligencia Artifical

Aplicativos inteligentes

Blockchain

Social Business

Aos nossos clientes relembramos sempre que o principio e o fim de qualquer processo ou servico de uma empresa é o consumidor e o consumidor está em constante mudança neste mundo. Vemos que as TI apostam no social business e as empresas têm que usar esta ferramentas para vender os seus produtos.

As empresas encontram-se a actuar num mercado livre, com novos concorrentes a entrar nos seus mercados, concorrentes de grande dimensão têm que usar cada vez mais os dispositivos móveis, Big Data — para monitoramento de redes sociais e análise de dados, automação de softwares de comunicação, entre outros elementos.

No futuro veremos o seu fogão a saber todos os seus hábitos alimentares e a dizer quais as melhores receitas, a geleira a saber todos os prazos de validade, calorias, etc dos alimentos que lá colocou. Os aplicativos inteligentes serão colocados em todas as coisas, inteligência artificial ira evoluir cada vez mais rápido, algoritmos que saberão o que pretende, como pretende e a que horas quer.

Por um lado o milagre da tecnologia, por outro a prisão de todo o seu comportamento, o seu código de ADN, os seus problemas de saúde, hábitos sociais e privados, etc toda essa informação será processada. Resta-nos saber por quem e para que fins.

África ainda é o ultimo bastião da colonização, ou seja, apesar de ter sido séculos colonizado é o que ainda se encontra mais virgem em termos de mercados e de comportamentos de consumo.

As empresas devem olhar para este mercado como uma oportunidade bem presente.

  • Follow us: